abril 30, 2011

Beltane - Festival do Fogo

Beltane Fire Festival Held in Edinburgh. Foto de Jeff J Michells

Hoje é comemorado no hemisfério norte uma celebração celta – Beltane, o mais alegre Festival Celta, onde os participantes dançam e se alegram em volta de fogueiras consagradas.

A celebração marca o festival da fertilidade, simbolizando a união entre as energias femininas e masculinas, a fertilidade da Terra e os fogos do Deus Celta Bellenos e toda sua energia e Luz.

Durante o Festival, eram acesas fogueiras nos topos dos montes e lugares considerados sagrados, sendo um ritual importante nas terras Celtas. E como tradição, as pessoas queimavam oferendas como, por exemplo, totens de animais para que o poder do fogo fosse passado ao rebanho e, pulavam as fogueiras para que se enchessem das mesmas energias poderosas.

Representa o início do Verão e marca a morte do Inverno, sendo comemorado com danças e banquetes. Neste período, as abelhas estão trabalhando à todo vapor, criando cera para novos favos, cobrindo em abundância os favos reais com geleia real. A Fertilidade nesta celebração consta como o desabrochar da Primavera, com o abrir das flores, as sementes e a vida da prole considerada no Reino Animal. Uma Festa que deve ser regada de muita alegria, com danças, coroa de flores e um banquete que valoriza os alimentos da época e principalmente a fogueira, ou algo representando o fogo. Para que possamos deixar que este elemento livre-nos das doenças e que reinicie a vida, na forma primordial, simples e pura.

abril 29, 2011

´bela música:.

Na mesa com meus ancestrais

Na mesa com meus ancestrais ainda em vida e outras que já partiram foi compartilhada a vida e lições de um caminho percorrido. Tudo foi dito, revivido e julgado. Juras de amor, outras  de orgias (com e sem amor, uns com amor e ódio oscilando o tempo todo, e aqueles sem nenhum amor com tapas e revelias), juras de maldições, juras de confiança, juras de consolo e apoio da boca pra fora (a esmola que oferecemos aos palhaços e malabaristas na rua pela sua arte e necessidade), juras de defesas e reconhecimento perante os Deuses (na linha oculta do acordo #X até que esteja ao meu lado, depois o efeito é contrario), juras de ocultar nomes secretos. Juras.
E a ancestral disse: Jura mesmo que você acreditou nisso?

Hoje, dizem que sou louco por ser e pensar assim. Mas louco é quem me diz e não é feliz. Louco é quem perde o emprego por desiquilíbrio. Louco é quem atraem loucos. Loucos é quem põe um contra o outro na mesma panela para ter pressão e dizer que isso é a magia do cozimento de neurônios – vulgo lavagem cerebral. Loucos são aqueles que guiados pelo poder e elevação do ego atravessam sua índole pessoal para alcançar o prometido.
E a ancestral disse: Porque você também precisou disso?
Ontem, eu era nove de espadas. Amarrado e vendado paralisado em Saturno envolto à escuridão de um sol não revelado. Revivendo histórias que tinham começo, meio e fim em todos os dias em que levantava. Não como rotina, mas como prato feito em Feira de Santana na Bahia.
E a mais ancestral disse: Agora será a Estrela e todos seus atributos, assim, verá, reconhecerá e irá superar com seu trabalho o que foi feito, não pela mesma moeda, mas pela verdade que será dita por onde for sobre tudo o que aconteceu.
Hoje, choram pela ausência e dor NÃO do machucado ainda aberto em suas virilhas, mas sim do clube da esperança aonde a porta irá se abrir com o velho milionário do Taguatinga Shopping e Pier 21. Me comove um pouco, bem pouco essas lágrimas, mas tenho pena ainda mais de ver no chalé das avós alguém que chora por culpar o outro de seus próprios erros.
Alceu Valença canta: “Pastores da noite, Meu São Jorge Amado livrai-me do ódio dos apaixonados...”
E as ancestrais em uníssono dizem: Sabemos e consolamos desta maneira para que seja desvelado por si só.

Amanha, uma obra das ancestrais que ligam você e eu, eles e aqueles vão cobrar não em outras vidas, nesta mesma, a vida compartilhada, as quebras de juras, as dores mal direcionadas e os motivos que levaram a isso.
E a ancestral mais nova, a Mãe depois da plenitude, diz: Podem apostar! E nenhum filhote de cobra encostará em seus bichos, nenhuma aranha irá assustar casais em lua de mel, nenhum coelho correrá das suas mãos, nenhum leão irá rugir para afugentar seu culto, nenhum lobo irá uivar nas noites plenas sem ronquidão com coração pesado. Nem mesmo com ajuda de outros grupos que deveriam estar no mesmo por não ter se separado. Chegou a era do amor.

abril 27, 2011

Boa notícia da Polícia Federal na emissão de passaportes em Brasília


Um novo turno foi criado para realizar agendamento pela internet nos postos de atendimento dentro do “Na hora” de Taguatinga e Rodoviária. Além disso, o posto da Polícia Federal  do aeroporto e Asa Sul vão realizar agendamentos.  Antes da decisão, a longa espera para tirar passaporte nos postos da Policia Federal era de até três meses com o agendamento realizado pela on line. Em Brasília são atendidos 300 interessados nos postos. O que faziam muitos interessados viajarem para cidades menores como Anápolis (GO) onde o agendamento é de 30 dias.
Hoje já é possível remarcar seu agendamento no site da polícia federal em 20 dias.

abril 26, 2011

Dois filmes que estrearam nos cinemas e valem a pena assistir

Sobrenatural - Insidious
(Paula, isso te lembra algo?)

Típico casal americano com dois filhos com ar de família feliz muda se para uma nova casa, onde o filho mais velho resolve não acordar mais depois de um acidente. Médicos não têm respostas sobre o que aconteceu e fatos sobrenaturais iniciam na casa.
Dos criadores de Jogos Mortais (Saw) e Atividade Paranormal, o filme Sobrenatural é considerado um dos melhores filmes de assombração das últimas décadas, do estilo Poltergeist .  Espíritos vingativos atormentam a família levando o cinema ao delírio e aos pulos. Logo a família descobre que a consciência do seu filho desacordado foi presa por espíritos loucos para tomar o corpo do menino.
Eu amo filme de terror, suspense e trash. E recomendo esse filme de peito aberto com o coração pulsando na garganta, derrubando pipocas durante os sustos e etecetera e tal! Ainda mais quando explica um pouco sobre projeção astral, hehehehe!
Vale a pena!

A Garota da Capa Vermelha -  Red Riding Hood

Chapeuzinho Vermelho na interpretação da lindíssima Valerie (Amanda Seyfried) ligada a dois homens, um que ela ama desde a infância e outro que foi prometida pela sua família. Inconformados com a situação, Valerie e Peter (Max Irons) planejam fugir, até que um ataque de um lobisomem mata a irmã de Valerie. Nas noites de lua cheia, o vilarejo nos arredores de uma floresta sombria, se esconde oferecendo animais para saciar a fome do estranho monstro. Mas o lobisomem pode ser qualquer um e Valerie desconfia de todos, pois ela será herdeira dos futuros massacres. O padre Salomão chega ao vilarejo com sua tropa para descobrir e matar o homem/mulher que vira lobo nas noites de lua cheia.
A explicação sobre a lua sangrenta pelo padre inquisidor, que ocorre a cada seis anos - quando a lua cheia tem sua cor levemente vermelha, é fantástica. Vale a pena também!
A classificação é para maiores de 12 anos, embora no cinema onde assisti tinha um casal com um bebê de 2 anos que chorava a cada aparição do lobisomem, por fim, depois de 20 minutos de filme e muita reclamação de brasilienses, ela saiu para assistir o filme Rio ou dos franguinhos.

abril 23, 2011

Rodrigo, por favor, olhe a guia!

Rodrigo olha a guia!
Com os pés descalços nos pedais de um carro, voltando de um clube sensacional com músicas latinas comandadas por um DJ de algum país latino, depois de ter bailado com uma moça formosa os ritmos de rumba e merengue, ter aguentado o mal humor da recepcionista Rute, tomar uma dose de tequila com uma morena linda dançando enquanto sentava e outro grandalhão chaqualhava  minha cabeça estralando todo e qualquer osso do meu pescoço, depois de outras 4 doses de tequilas com meu amigo, voltando para a casa morrendo de fome escuto:
- Rodrigo, olha a guia, menino!

Com ruas tão largas, numa sexta-feira santa, para eles, não pra mim, a fome dava uma surra em nós. Spyke estava fechado, Miquéias trancafiados, então sobrou à bomba – tradicional comida brasiliense que traduz num enorme lanche espetacular que de tantos ingredientes fica dificil distinguir o que está se comendo, mas beleza!  Pagamos a conta e voltamos para a comunidade de Vicente Pires, e a voz ainda falava: Menino, olha a porra da guia!

Parei e pensei, estou vendo as guiam que delimitam onde os carros devem passar. Ele esta se referindo à esta guia ou a outra que esqueci em casa? EPARRE!!!

abril 21, 2011

5° Feira Internacional de Artesanato - " Os bonecos do Mundo"

Percorrendo a 5° Feira Internacional de Negócios do Artesanato,  não imaginei poder estar próximo dos cinco continentes no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. A Finnar – Feira Internacional do Artesanato. Representantes de vários países e estados brasileiros presentes em um único lugar. Ontem e hoje, o público compareceu lotando os estandes e apreciando as oficinas oferecidas de reciclagem de panos e jornais a cada hora.
Um artesanato diversificado e rico trazendo de cada canto do planeta, artigos de moda, gastronomia, acessórios e artigos de decoração que valeu a pena conhecer por mero acaso.


Rendeira Nilda Romeiro e o italiano Luciano

O stand “Mulheres da Villa” de Belo Horizonte (MG), tem como objetivo resgatar costumes de suas avós. Um ponto de encontro que reúne cinco comunidades carentes de BH, nesse ponto eles deram um pequeno nó. Deste nó foi dado um laço, depois do laço um abraço. O artesanato é produzido coletivamente no espírito da Economia Popular Solidária (EPS) e na força e sensibilidade dessas mulheres. Direto da Vila Apolônia e Vespasiano – Belo Horizonte.

Outros stands oferecem de tudo um pouco, artesanato grego, indiano, egípcio, romano, africano, brasileiro e de todas as Américas. Até o dia 24 de abril é possível visitar, conhecer e adquirir produtos diferenciados nesta feira internacional.
Mahi Deme e Tala demonstrando máscaras colecionadas em tribos africanas
Ganhei de presente do Tala, angolano,  (com a camisa amarela), uma máscara de uma Deusa que oferece proteção conhecida como Akwba, peça da tribo Guro que fica localizada na costa de Ivory, muito próximo à Johanesburgo no sul da África. “Eu presenteio essa mascara para que você tenha proteção em sua profissão e orientação para receber o melhor amor de todos, aquele que terá seus filhos e quando tiver, mantenha a máscara no quarto dos seus filhos”, diz Tala sem saber se tenho filhos ou necessito de proteção na área jornalística. Recebi o presente de coração aberto.

Fotos: Flávio Serra

Hoje tem Bonde das Produtoras na edição "Nunca fui Santa"


Bonde das produtoras volta a se apresentar no Espaço Galeria, nesta quinta feira (21), no CONIC às 23h30 com a edição “Nunca fui Santa”. Em sua edição mais profana reúne as quatro melhores produtoras da cidade, deixando claro que nunca foram santas e traz mais uma vez um line up com os pecadores mais conhecidos da cidade.
Orações fajutas, freiras sem calcinha, padre afeminados, confissões inesquecíveis, confissões inesquecíveis fazem parte do enredo.  Com espaço ampliado e segurança no estacionamento, nas áreas internas e externas para segurar todos os convidados.
Indo com fantasias profanas de padres, sacerdotes, freiras ou com nome na lista pagam apenas R$10,00 até meia noite, na bilheteria sem fantasia R$20.
PROFANOS DJS
Eek and the shark
Fernando Cunha
Holybitches
WilsoNemov
Mindcontrolers
LEO IN HELL
NYXX
PG AMISSS
HONEY D
HENRIE E ARAQUE
SHACON E EL VICTON
LARROREX
ISADORA PERIGO

Classificação: 18 anos

Realização
BLUSH Produções
CASAMIGA
MISBARRA
STERICA PRODUÇÕES
 Apoio cultural: blog Bom Dia JK

Problemas de logistica durante festa de Brasília

Infelizmente, segue o depoimento de uma cantora que saiu do Sesc Pompéia (SP) com a casa lotada para ser descartada ao lado de um dos maiores poetas realistas de Brasília - GOG. Secretário de Cultura do DF, vamos ficar espertos e respeitar quem merece respeito e faz de Brasília um polinho cultural!



Por Ellen Oléria

Fomos brindad@s (a banda pret.utu e eu) com um convite maravilhoso pra celebrar o aniversário de Brasília com nosso show. Inicialmente marcado pras 23:50h, depois remarcado para 2:10h, assistimos uma maravilhosa apresentação no palco Brasília – o principal palco da festa que conta com uma estrutura formidável baseada no modelo “Outros 50” – resposta dos artistas daqui ao escândalo “Arruda”.
Tudo montado. Tudo afinado. A gente numa ansiedade tremenda pra encontrar o público que compareceu maciçamente. Cortaram nosso show. Despediram o público sem explicações. E vimos as lágrimas (que, acredito, expressavam também o mesmo constrangimento e a mesma tristeza da gente) da equipe de produção da festa.

Tod@s nós - Pedro Martins, Paula Zimbres, Célio Maciel, Felipe Viegas, Marcus Lyra, Sue Couto – escutamos atônitos o texto que nos mandava pra casa sem nosso show. Por que? Ainda não sabemos. Voltamos de um Sesc Pompéia lotado em plena terça-feira! Correndo do aeroporto pra Esplanada dos Ministérios... pra quê?

Obrigada a tod@s que esperaram por nós. Nosso coração esteve no encontro da gente. Peço desculpas publicamente ao poeta GOG e à banda MPB Black com os quais estaria na apresentação de logo mais. Peço desculpas também a todo mundo do palco juventude, onde estaria por todo o dia apresentando a programação. Mas tenho vergonha de subir no palco da festa depois da noite de hoje. Encontrar o público pra celebrar o quê?

Quem vai fazer alguma coisa pela cultura do DF??? Hoje estivemos de mãos atadas.
“Brasília minha, Brasília pra quem quer que seja. Brasília, aonde eu for, cê vai na minha cabeça”. Esse é um dos versos que escrevi pra homenagear minha cidade em seu 51º aniversário. Silêncio. Hoje não quero te chamar de “minha”. Vergonha.

abril 20, 2011

Programação completa do 51° aniversário de Brasília

A Carta do Anjo Louco, de Willian Lopes. Foto: Bruno Stuckert ( imperdível)

Longe da virada cultural de São Paulo, Brasília comemora seu aniversário com muitos shows, peças, apresentações, caos no transito, medo pela falta de segurança, esporte em nove setores para atender todos os públicos e expressar a diversidade cultural da cidade. Claro que senti falta do rapper GOG, que expressa na lata quem é Brasília.  O governador do Distrito Federal vai jogar futebol contra o time de estrelas. Tudo para se aproximar do público! Oh Vida, oh céus!
Na programação abaixo, classifiquei o que acho interessante assistir em letras maiúsculas.

Hoje (20), a partir das 20 horas no Palco Principal da Esplanada dos Ministérios haverá shows de César Menotti & Fabiano, Patubatê, Móveis Coloniais de Arajú e o convidado Gabriel Thomás (do Little Quail & The Mad Birds), Galinha Preta, Ellen Oléria e Monobloco. Os shows devem acabar por volta das 2 horas do dia 21.
Durante a madrugada, a partir das 0h do dia 21, haverá DJs tocando até o dia raiar no Palco montado ao lado do Museu Nacional. Estão previstas apresentações com os DJs Elísio Romero, Temptation, Swarup’s Brain, Ekanta, Chicodelico, Ouver vc Giaco.
Amanhã (21), durante todo o dia acontecerão partidas de futebol na Arena Esportiva. Às 9h20 haverá Final da Copinha do Mundo, com jogadores mirins de 16 escolas, às 10h45, a Seleção de Brasília Feminina enfrenta a seleção de etnias indígenas, às 14h, o time do governador Agnelo (GDF) joga contra o Time dos Artistas, com Gabriel O Pensador, e às 15h45 haverá grande jogo da Seleção de Craques como Zico, Andrade, Adílio, Claudio Adão, Viola, entre outros.
Após os jogos, será retomada a programação musical no Palco Principal, às 17h30, com Plebe Rude, Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro e convidados, Célia Porto, Célia Rabello, Banda Trampa, Thiago Freitas (Etno) e Hamilton de Holanda.

Programação:

20/04 (quarta)
23:30 – Show de projeção de Imagem e Som (A Copa Começa Aqui)
DJs Noções Unidas –Biblioteca Nacional
0h até 5h - Mirabolantes– Performances na Tenda Eletrônica
23h30 - Nós no Bambu

Performances – Rodoviária
19:00     Teatro do Concreto – Ruas Abertas
Performances – Ministério dos Esportes
A Carta do Anjo Louco – William Lopes – Instituto Zabilin - EXCELENTE

Tenda Eletrônica
00:00 Elísio Romero
01:00 Temptation
02:00 Swarup`s Brain
03:00 Ekanta
04:00 Chicodelico
05:00 Ouver vs Giaco

Palco Brasília
20:00 César Menotti & Fabiano
21:20 Patubatê – MUITO BOM
22:00 Vai Thomáz no Acaju – Móveis Convida Gabriel Thomáz (Little Quail) - EXCELENTE
23:20 Galinha Preta – MUITO BOM
23:50 Ellen Oléria
00:30 Monobloco - EXCELENTE

Palco Cidades
20:00  Renio Quintas
20:40  Célia Porto
21:20  Mel da Terra
22:00  Liga Tripa
22:40  Atitude Feminina
23:20  Zazahu
00:00  Soatá
00:40  Paraibola
01:20  Dado Rodrigues

Palco Juventude – Radical
20:00 Renato Matos
20:40  Há-Ono-Beko
21:20  Diga How
22:00  Zaktar
22:40  Etno
23:20  Banda Trampa  - MUITO BOM
00:00  Viela 17
00:40  In Natura

Palco Sabores – Praça de Alimentação
20:00 Sivuquinha
20:40 Surdodum
21:20 Saiabamba  - MUITO BOM
22:00 Adora a Roda – BOM PACAS
22:40 Dona Gracinha
23:20 Gafieira em Concerto - ÓTIMO
00:00 Marakamundi
00:40 Pablo Fagundes
01:20 Pé De Cerrado

Pista Skate
20:00  Demonstração de atletas
22:00  Pista liberada ao público até as 10h

Basquete
20:00  Apresentação HGT brasileiro
21:00  Jogos 3×3
22:00  Quadra liberada para o público a noite inteira

21/04 (quinta)
Circo Magia
11:00  Circo Teatro Payassu 
13:00  Bagagem Cia de Bonecos
14:30  Mágico Carlos Steiner
16:00  Virtu Confraria Teatral - MUITO BOM
17:00  Celeiro das Antas
17:30  Mamulengo Presepada - MUITO BOM

Palco Brasília


17:30  Plebe Rude (foto) - SENSACIONAL

18:30:  Concerto de aniversário de Brasília - OSTNCS e convidados - Sob a regência dos maestros Joaquim França e Cláudio Cohen.
          JANETTE DORNELLAS
          CÉLIA PORTO
          CÉLIA RABELO
          EDUARDO RANGEL
          MYRLLA MUNIZ
          HAMILTON DE HOLANDA - SENSACIONAL          BANDA TRAMPA - MUITO BOM          THIAGO FREITAS
          RODOLFO NEVES
20:00: Ostncs e  Martinho da Vila - Sob a regêencia do maestro Leonardo Bruno - MARAVILHOSO


Palco Cidades

10:00 Cia Articum
10:40 Mestre Zé do Pife e Juvelinas
11:20 João Santana e Zé do Cerrado
12:00 Bruno e Matheus
12:40 Bonni e Belluco
13:20 Zé Mulato e Cassiano Com Catira
14:00 The Neves
14:40 Caco de Cuia
15:20 Roberto Corrêa
16:00 Cacai Nunes
16:40 Beirão e os Filhos de Dona Nereide
17:20 Marinho Lima e Banda
18:00 Us Black
18:40 Os Cachorros das Cachorras
19:20 Tijolada Reggae
20:00 Dillo D`araujo
20:40 Brazilian Blue Band


Palco Diversidades

10:00 Ministério Mano Mg.
10:40 Paulinho Sá e Banda
11:20 DJ Jamaika
12:00 Black Drummer Band
12:40 Jonny
13:20 O Canto Sagrado das Folias 
14:00 Axé - Xarará de Prata - O NOME É INTERESSANTE
14:40 Centro Cultural Grito de Liberdade
15:20 Ilê Axé Oyá Bagan - O NOME É MAIS INTERESSANTE AINDA
16:00 Grupo Nzinga Capoeira Angola e Convidados
16:40    Maracatu Tamnoá
17:20 Dona Martinha do Côco 
Fonte: SeCult DF

Um pug de humor

Navegando nos blogs interessantes encontrei essa foto. Como tenho uma criaturinha dessas toda amorosa, decidi postar por aqui também. Obrigado LOL!

Promoção do Teatro Oi Brasília para assistir Tulipa Ruiz


Amanhã é comemorado o 51° aniversário de Brasília. O teatro Oi Brasília prestando homenagens todo o no vai presentear os dois primeiros autores de frases de amor à Brasília fazendo menção ao Teatro Oi Brasília. Os Ganhadores levarão um par de ingressos para assistir Tulipa Ruiz, nos dias 06 e 07 de maio. Para participar, basta adicionar o teatro Oi Brasília no Facebook e soltar sua criatividade!



Efêmera (YB Music), disco de estréia de Tulipa, foi considerado o melhor disco de 2010 pela revista Rolling Stone, um dos melhores pelo jornal O Globo e um dos melhores da década pela Folha de S. Paulo, que também elegeu seu lançamento como o show do ano. A música que dá titulo ao disco faz parte da trilha sonora do FIFA 2011, um dos videogames mais populares do planeta. A artista tem feito shows em diversas partes do país e acaba de lançar seu disco na Europa, onde atualmente está em turnê. No segundo semestre, ela é um dos nomes confirmados para o Rock in Rio.

Nascida em Santos, Tulipa cresceu na cidade mineira de São Lourenço e vive em São Paulo há mais de uma década, período em que participou de shows e discos de amigos como Tiê e Thiago Pethit e de bandas como Cérebro Eletrônico, DonaZica, Profiterólis entre outros.

Ilustradora, fã de Robert Crumb, Manoel de Barros, Joni Mitchell e Yoko Ono, Tulipa formou um repertório autoral e em 2009 fez sua estréia no projeto Prata da Casa (SESC Pompéia) e seu show foi indicado pelo Guia da Folha de São Paulo como melhor show do ano. Entrou em estúdio em fevereiro de 2010 e passou o restante do ano fazendo shows. Suas apresentações em Brasília, Salvador e Belo Horizonte foram muito comentadas e o público da cantora tem aumentado cada vez mais. Tulipa apresentou-se com Zélia Duncan no Sesc Vila Mariana, com a cubana Yusa no Memorial da América Latina e com Milton Nascimento no Prêmio de Música Digital.

Tulipa é filha de Luiz Chagas, guitarrista da histórica banda Isca de Polícia de Itamar Assumpção, e irmã do violonista, guitarrista e compositor Gustavo Ruiz (Mariana Aydar, Junio Barreto, Trash Pour 4, DonaZica e Vanessa da Mata), que também assina a produção de “Efêmera”. Ambos, pai e irmão, tocam com ela na banda. O disco conta com a participação de Dudu Tsuda, Donatinho, Kassin, Stephane San Juan, Negresko Sis (Thalma de Freitas, Céu e Anelis Assumpção), Mariana Aydar, Léo Cavalcanti, Karina Buhr entre outros.
Serviço:

abril 19, 2011

Dia do índio

No Brasil, a data comemorativa foi criada em 1943 pelo então presidente Getúlio Vargas. E foi decidido a data de hoje, pois em 1940, foi realizado neste dia no México, o primeiro Congresso Indifenista Interamericano.




Retirado do site trekearth.com
No evento cultural um velho índio contou a história de sua tribo:
“A princípio não havia nada e as trevas cobriam tudo.”  Uma mulher, Yebá bëló se fez a si mesma a partir de seis coisas invisíveis: bancos, suportes de panela, cuias, cuias de ipadu (coca), pés de maniva (muda de mandioca) e cigarros. Na sua morada de quartzo, enquanto mascava ipadu e fumava cigarro, começou a pensar em como deveria ser feito o mundo. Seu pensamento começou a tomar forma de uma esfera, culminando com uma torre. A esfera incorporou a escuridão. Ainda não havia luz, a não ser no compartimento onde estava a mulher, que era todo branco, de quartzo. Depois criou cinco trovões imortais, e deu a cada um deles um compartimento da esfera. Na extremidade da torre ficava um morcego de asas enormes. Esses compartimentos tornaram-se casas, e só neles havia luz, como no compartimento de Yebá bëló. Esta encarregou os trovões de fazerem o mundo, criarem a luz, os rios e a futura humanidade.
A casa do primeiro trovão ficava no sul. A do segundo, no leste, na cachoeira Tunuí, no rio Içana. A do terceiro ficava no alto; nesta é que ficavam as riquezas, os enfeites de dança mágicos para formar a futura humanidade. A casa do quarto trovão ficava a oeste, no rio Apaporis. A do quinto, no norte, na cabeceira. Yebá bëló, por sua vez, criou um ser invisível, Ëmëko sulãn Palãmin, e deu-lhe a ordem de fazer as camadas do universo e a futura humanidade. Ëmëko criou o sol. Os trovões ficaram enciumados com o poder de Ëmëko Sulãn Palãmin, mas ele posteriormente os apaziguou. Yebá bëló formou a terra a partir de sementes de tabaco tirado de seu seio esquerdo e a adubou com o leite do seio direito. Ëmëko sulãn Palãmin então, dirigiu-se para a casa do terceiro trovão e lá encontrou com o chefe dos Dessana e com o terceiro trovão. Este deu a eles riquezas e cada par de enfeites representava um homem e uma mulher. O trovão ensinou o rito para transformá-los em seres humanos. O trovão recomendou então, que cada um colhesse uma folha nova de ipadu de um pé que havia no pátio e a engolisse. Quando sentissem dor na barriga, deveriam acender o turi (madeira produtora de fogo), molhá-lo numa cuia d'água e beberem o conteúdo, em seguida vomitarem em um só buraco do rio. Assim fizeram os dois heróis e apareceram duas mulheres muito bonitas. Feito isso, o terceiro trovão decidiu acompanhá-los para ajudá-los a formar a futura humanidade.

Organização americana lança site de jornalismo investigativo


A organização norte-americana Centro pela Integridade Pública (Center for Public Integrity) lançou no dia 12 de abril, um site  de jornalismo investigativo. O iWatch News será atualizado diariamente com 10 a 12 reportagens investigativas originais e com fontes agregadas. As matérias serão focadas principalmente em economia e política, responsabilidade e transparência dos governos, cuidados de saúde, meio ambiente e segurança nacional.
O site vai oferecer aos leitores uma versão de assinatura  sem propagandas, que custará em torno de US$50 por ano.
Para acessar o site, clique aqui.

abril 18, 2011

129° anos de Monteiro Lobato

José Bento Renato Monteiro Lobato foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Foi um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções. Seguido a seu precursor Figueiredo Pimentel ("Contos da Carochinha") da literatura infantil brasileira, ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, que constitui aproximadamente a metade da sua produção literária. A outra metade, consistindo de contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro, e um único romance, O Presidente Negro, o qual não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças, que entre as mais famosas destacam-se Reinações de Narizinho (1931), Caçadas de Pedrinho (1933) e O Picapau Amarelo (1939).


Virada Paulistana Cultural

Do G1


Cerca de 4 milhões de pessoas participaram da 7ª Virada Cultural, que aconteceu no Centro de São Paulo durante o fim de semana. O número foi confirmado nesta segunda-feira (18) pela organização do evento.

A Prefeitura contou com 3.300 homens para a limpeza da festa, que teve as apresentações de Rita Lee, shows de humor, projeções de filmes, entre outras atrações. Foram coletadas cerca de 140 toneladas de resíduos e outras 10 toneladas de lixo reciclável. "O resultado foi absolutamente estimulante, ainda mais porque contamos com a participação da população. O balanço geral foi muito positivo", disse o secretário de Serviços, Dráusio Barreto.

Durante o evento, foram feitas 2.500 apreensões de produtos irregulares –principalmente vinho químico (um composto de álcool e groselha) e cerveja. Além disso, mais de 30 toneladas de produtos foram recolhidos e 18 estabelecimentos foram fechados. Foram registradas 500 ocorrências médicas, sendo 350 de atendimentos no local e outros 150 com remoções.

Rio teve boa estreia nos EUA

A animação "Rio", a história de uma arara que vem ao Brasil para uma aventura, teve uma boa estreia nas bilheterias norte-americanas neste fim de semana e foi líder de arrecadação, com 40 milhões de dólares, segundo números provisórios publicados neste domingo pela empresa Exhibitor Relations.

"Blu", um macho de arara azul, leva uma vida tranquila nos Estados Unidos quando a ciência o convoca ao Brasil: deve encontrar Jade, a última fêmea de sua espécie, uma arara livre que viverá com ele grandes aventuras.

Exposição mostra imagens da Terra produzidas por satélite

Até o dia 27 de abril as imagens produzidas por satélite da Terra vista à noite. Fotos feitas pelo Centro Alemão de Aeronáutica e Astronáutica (DLR) chegam a Brasília para exposição na Biblioteca Nacional. São ao todo 30 imagens do planeta vistas de cima, que incluem vulcões, paisagens desérticas, tufões, rios da Amazônia, e outros fenômenos naturais.

Sacolas plásticas: NÃO!

Deu no Estado de Minas




As sacolas plásticas entram, a partir desta segunda-feira (18/4), para a lista de produtos ilícitos em Belo Horizonte. Começa a valer, nesta segunda-feira, a Lei 9.529/2008, que determina a substituição dos modelos convencionais, à base de petróleo, pelos feitos de material biodegradável ou retornável. A medida promete mudar radicalmente os hábitos dos 2,3 milhões de moradores da capital e levanta uma pergunta que não quer calar: será que ela vai pegar? A dúvida se justifica por um gordo histórico de leis adormecidas no papel. Minas Gerais, se consideradas somente as normas estaduais, ganhou 660 novas regras apenas no período entre 2007 e 2010, que se somaram às mais de 12 mil já existentes.

Grande parte desse calhamaço de leis certamente passa em branco na vida da população, outra parcela é conhecida mas ignorada e um pequeno número cumprido à risca. Pisar em cocô de cachorro na rua desperta ódio em qualquer mortal, ainda mais ao saber que, além de ato de cidadania, recolher as fezes do animal é lei que não decolou na capital mineira. Os donos de cães em BH figuram também entre os que ignoram a norma que obriga o uso de focinheiras e coleiras pelos bichos de estimação, como é possível comprovar num passeio em pistas de cooper e parques da cidade. As letras da lei também ainda não foram capazes de equilibrar o conflito entre barulho e sossego em BH.

Mas, desrespeito total às regras é o que ocorre nas agências bancárias: 15 minutos é o tempo máximo determinado na capital para o atendimento ao cliente nas filas de bancos. Por outro lado, em meio à pilha de deveres e obrigações de um mundo do papel, há normas totalmente incorporadas ao dia a dia do cidadão. A saúde falou mais alto e o fumo saiu de vez dos ambientes coletivos públicos e privados. A batalha contra a obesidade também conseguiu transformar cardápio das cantinas dos colégios e a lei da merenda saudável barrou coxinhas, refrigerantes e balas dos lanches de estudantes mineiros. Motoristas usufruem, no Faixa Azul, do tempo adicional de 30 minutos acrescentados por lei em BH.

Resta saber agora em qual time a proibição das sacolas plásticas vai entrar. O secretário municipal de Serviços Urbanos, Pier Giorgio Senesi Filho, à frente da pasta que regulará a matéria, está confiante: “Essa lei já pegou. A população comprou a ideia e está imbuída da responsabilidade de transformar a cidade em exemplo para o mundo.” Ele promete que a determinação não vai empacar na falta de fiscais. “Estamos agregando essa competência à rotina dos fiscais de meio ambiente e aos de posturas das nove regionais. A multa inicial é de R$ 1 mil e a reincidência, de R$ 2 mil. Se houver persistência, o alvará de funcionamento e localização do empreendimento pode ser cassado”, ressalta.

Tiras com fotos no estilo Maurício de Souza


abril 17, 2011

Elefantes emitem alarme na aproximação de enxame de abelhas


Olha só que interessante:
Texto extraído do O Globo por meio da France Presse
O zumbido provocado por um enxame de abelhas furiosas é capaz de fazer os elefantes emitirem um som de alarme para alertar seus pares a fugirem antes do ataque, revelou um estudo publicado no dia 26 de março. Quando atacam, abelhas podem matar elefantes pequenos quando não fogem do enxame.

abril 16, 2011

Amor que vai - Alceu

Amor que vai, amor que vem
Amor foge e vai embora
Amor que leva seus teréns
Pra não termotivo de voltar
Amor que vai
Num cavalo alado chamado brisa
Amor que vem
Num galope rasgado na beira-mar
Amor maltrata, deseja
Amor comendo a maçã
Amor é pura incerteza
O que será amanhã?


http://youtu.be/MZem8u2iow0

abril 15, 2011

Acabou a nossa greve


Depois de 16 dias de braços cruzados, os policiais civis do DF decidiram nesta sexta-feira(15) encerrar a vergonhosa greve da classe.  O texto aprovado dará um aumento salarial de 13%, em duas parcelas para dezembro de 2011 e março de 2012.
E nós cidadãos não teremos reajuste nos salários e nesses 16 dias que durou a paralização das delegacias não irão reembolsar os prejuízos de quem tiveram suas lojas arrombadas em Taguatinga Norte, arrastões nos pontos de ônibus, mulheres sem atendimento por pagamento de pensão alimentícia, entre outras denuncias.
Eu estou em greve desde janeiro e para quem reivindico meu aumento salarial?  Agnelo é um bom governador, mas não faz meu tipo. Secretários são de quebrar os espelhos. Deputados distritais dá um certo medo por causa do Durval – este que está com medo maior sem a proteção para testemunhas. Enfim, vamos que vamos à capital da lavagem de porcos.

abril 14, 2011

Cicatrizes


Essa semana um amigo apareceu com uma bela cicatriz na testa. Ao ser questionado ele afirmou ter batido a cabeça enquanto praticava rafting – pratica de descida em corredeiras em equipe utilizando botes infláveis. Conhecendo um pouco esse meu amigo, resolvi apertá-lo e descobri que para salvar um copo de champanhe ao tropeçar em alguns degraus, ele meteu a testa no chão provocando um baita corte no meio da testa. Eu disse a ele, bela cicatriz brother!
Hoje, comprei um enorme espelho para o quarto e ao sair do banho notei algumas cicatrizes brancas no meu corpo e para cada uma delas uma história com pontos, outras sem pontos e algumas coloridas, que todos chamam de tatuagem (sim, tatuagem é uma cicatriz provocada e que deixa a marca desejada com cores vivas ou padronizadas).
Admirei cada uma delas. Espero que concordem comigo: todas as cicatrizes são lindas, uma forma de ver a beleza nas coisas. Isto é o que aqueles que produzem cicatrizes querem que pensemos.  Realmente, as cicatrizes que tenho já fazem parte de quem sou e por onde passei desafiando algumas barreiras que minha pele sentiu, se abriu, se machucou, se fechou e sua marca permaneceu. Mesmo porque, acreditem, uma cicatriz não se forma num cadáver e ela significa: “ Eu sobrevivi”.
Com muito orgulho, apresentarei minhas cicatrizes para todos que tenho intimidade para me despir, tenho algumas que não serão necessário ficar nú na frente desses. Ao apertar minha mão direita é possível sentir algumas. Ao olhar meu rosto é possível ver outras na testa, sobrancelha, boca e na bochecha. Mas tenho outras cicatrizes que mesmo pelado será impossível de notar, aquelas produzidas por amigos, amores, família e coisas da vida. Todas elas no coração. Tem aquelas que doem no osso da mão quando tentei brecar o que vinha na minha direção, seja um carro ou ações.
Eu sobrevivi!

Por Rodrigo Smokovitz Nogueira

Caio Blinder chama rainha da Jordânia de "piranha" e gera crise diplomática ao Brasil

Deu no Portal Imprensa:


Um comentário do jornalista Caio Blinder, durante o programa "Manhatan Connection", da Globo News, em que chama a rainha Rania da Jordânia de "piranha", gerou protestos por parte da embaixada do país no Brasil.

"Politicamente, ela [Rania] e as outras piranhas são intragáveis. Todas elas têm uma fachada de modernização desses regimes - ou seja, não querem parecer que são realeza parasita e nem mulher muçulmana submissa. Isso é para vender para o Ocidente, enquanto os maridos estão lá, batendo e roubando", declara Blinder, segundo informa a jornalista Cristina Lemos.

O comentário não agradou Ramez Goussous, embaixador da Jordânia no Brasil, que enviou ao Itamaraty nota verbal formalizando protesto contra o comportamento do jornalista. 

A embaixada exige retratação de Blinder durante o programa e ainda ameaça processar a Rede Globo. A Jordânia recebeu o apoio de outros 17 embaixadores, que repudiaram a atitude do jornalista.   

Olha quem está chegando...

Minha irmã com seu novo pacotinho sorridente... Não é tudo?

Fotos do lançamento do livro "Catraca Inoperante" de Clara Arreguy

A primeira vez que vi foi na saída do trabalho. Na hora de passar a roleta, movida a um toque do crachá, nada funcionava e o cartazete anunciava: "catraca inoperante". Devido às maravilhas da moderna tecnologia, o tal papel se apresentou por ali diversas outras vezes. Pra me intrigar e divertir.

Catraca Inoperante







Fotos de Fávio Serra

abril 13, 2011


Onde deixei minha bicicleta?
Comprei na promoção do Kmart, era verde e tinha um adesivo tribal branca, com marchas e catracas. Foi abandonada em baixo da escada durante a nevasca de janeiro. Voltei em março e depois de sete anos lembrei onde deixei minha bicicleta verde.
Preciso buscar minha bike.

abril 12, 2011

Robin Gibb cancela turnê no Brasil

O fundador da banda Bee Gees, o músico Robin Gibb, cancelou a turnê que faria no Brasil. Outra data ainda não foi divulgada, as casas de shows onde Gibb se apresentaria nessa semana, realizarão o reembolso do valor pago nos ingressos.

Missing you!

Ter você foi um dos melhores presentes que recebi.
Perder você foi um dos dias mais complicados da minha vida.
Essa é a mãe da Dorinha, minha pequena, que traz muito de quem era a mãe.

abril 11, 2011

Lançamento do Livro "Catraca Inoperante" de Maria Clara Arreguy

Clara Arreguy, jornalista mineira radicada em Brasília, convida todos para o lançamento do livro de crônicas "Catraca Inoperante" no Bar Brahma (201 sul) a partir das 19h.


Clara nasceu em 1959, em Belo Horizonte (MG), radicada em Brasília. Formada em jornalismo pela Fafich/UFMG em 1985. Dois anos depois, entrou para o Estado de Minas como repórter de agropecuária e logo cultura. Em 1997, passou a editora-assistente de cultura do mesmo jornal. Em Brasília, Clara trabalhou no Correio Braziliense em cultura e hoje trabalha na assessoria de imprensa do MDS.

Vamos tomar uma no Brahma hoje?


abril 09, 2011

Saindo de mim


Sábado.
Só por hoje, vou cuidar um pouco de mim.
Velas aromáticas. Incenso de jasmim.
Água aquecida na hidromassagem.
Um livro para lembrar uma viagem.
Relaxamento com ervas tupiniquim.
Só por hoje, cuidarei um pouco mais de mim.
Amanhã, cachimbo de ouro que nasce do touro é domingo!

abril 08, 2011

Peça Savana Glacial no Teatro OI Brasília

Jô Bilac, que assina o texto de Savana Glacial, é o vencedor da categoria de Melhor Autor do Prêmio Shell de Teatro

Lançado há três anos e desenhado com intuito de enaltecer a presença feminina no universo cultural, o Projeto Encantadoras, patrocinado pela CAIXA SEGUROS, se expande e incorpora peças teatrais à sua programação a partir de abril.

Para marcar essa nova fase, o Teatro Oi Brasília traz para a cidade  Savana Glacial, trabalho contemporâneo, realizado pelo grupo Físico de Teatro, cujo jovem autor, Jô Bilac, acaba de receber o Prêmio Shell de Teatro na categoria Melhor Autor. A apresentação será nos dias 8 e 9 de abril, às 21h. O valor do ingresso é único, R$ 25,00.

O texto foi desenvolvido a partir de argumento idealizado por dois dos atores que atuam na peça – Camila Gama e Renato Livera.  “Foi tudo muito rápido, mas sem atropelo devido à clareza e à fluência do processo. A produção correu em paralelo à elaboração do texto, como em uma novela. Cenário, figurino, marcação de palco, tudo foi desenvolvido pelo Físico de Teatro antes do texto final”, conta Jô Bilac, feliz por ver seu trabalho apresentado em Brasília, cidade que, em sua opinião, representa a Savana Glacial, por seu barro vermelho e sofisticadas esculturas arquitetônicas.

Na trama, dirigida por Renato Carrera, o casal Michel e Meg, interpretados por Renato Livera e Andreza Bittencourt, muda-se com o objetivo de resgatar a vida amorosa após um acidente que deixou Meg com perda de memória recente.  No novo apartamento, eles conhecem a jovem maquiadora Aghata, interpretada pela atriz Camila Gama, que transformará definitivamente a vida dos dois. O último personagem é o misterioso motoqueiro Nuno, vivido pelo ator Diogo Cardoso, que completa a intrigada relação entre quatro indivíduos, numa encenação de humor e suspense, onde o jogo entre realidade e ficção se torna cada vez mais explícito, patético e perigoso.

A premiação do texto é vista como estímulo por todos. “Foi surpreendente, pois abre a porta para quem está começando”, fala Jô Bilac, ressaltando as dificuldades enfrentadas por grupos pequenos em conquistar patrocínios e até mesmo levar críticos para avaliarem suas produções.

“Assim como na música, a dramaturgia brasileira espelha o quanto nossa cultura é eclética, rica. Esse é o papel do Teatro Oi Brasília, oferecer ao nosso público uma seleção do que há de bom e surpreendente, estimular novos talentos e reverenciar os já consolidados”, afirma Francisco Almeida, diretor da casa de espetáculos.

O ator Renato Livera reforça a inserção do grupo no Projeto Encantadoras possibilita a apresentação para um público qualificado além do eixo Rio-São Paulo.  Confiram o clipe da peça abaixo

abril 07, 2011

Massacre no Realengo (RJ)

10 crianças tiveram seus sonhos interrompidos no ataque a Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na cidade do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (7).  Outras 18 crianças ficaram feridas e estão recebendo tratamento médico, além das centenas de meninos e meninas que estão abaladas com o fato. O responsável pelo massacre retirou sua própria vida deixando uma carta onde afirmava ter HIV e autoridades afirmam que era ex-aluno da escola.
O Blog bom dia JK está solidário com as famílias das vítimas que perderam suas vidas, das que lutam por manter suas vidas e daquelas que precisam de todo apoio para continuar suas vidas.

abril 06, 2011

O homem que enganou o diabo



Por uma eternidade, Parnassus viveu com sua trupe mambembe contando histórias por meio de um espelho refletindo sua imaginação. Foi preciso 3 mil anos para enganar o diabo e livrar sua adorável filha – pagamento da oferta, com a sutileza do enforcado.
Acho que é preciso ver/rever esse adorável filme.
Boas

abril 05, 2011

Dora: história doce de Pirenópolis


Pirenópolis nasceu de um arraial minerador do inicio do século XVIII e incrustada aos pés da Serra dos Pireneus. A cidade constitui-se em um dos mais ricos acervos patrimoniais do Centro-Oeste, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional em 1989.
Na cidade misteriosa unem-se as duas vertentes formadoras de uma cultura forte: o bem patrimonial conservado e o pensar e agir dos seus moradores, seguindo tradições hereditárias, que a modernidade ainda não conseguiu abalar. 
A pirenopolina Dora Lúgia, nasceu em 1955, foi criada para cuidar da casa, filhos e marido. Como toda mulher do interior de Goiás neste período. Na adolescência aprendeu a fazer tachos de doces  e artesanato com sua mãe para ajudar na renda familiar. Dora casou e teve três filhas: a simpática Aline, a talentosa Aládia e a linda Alexandra – a que mais gosta da culinária.
Com a vida muito difícil, passando necessidade pela falta de dinheiro, Dora começou a fazer de tudo um pouco para ajudar o marido que trabalhava nas mineradoras locais. “Sempre aparecia alguém para comprar colchas de retalho, almofadas e tricôs”, conta Dora. Com muito custo, Dora começou a fazer doces e biscoitos para vender aos vizinhos. Até que uma amiga de Brasília que trabalhava nos Ministérios passou a lotar o fusquinha de doces e biscoito para vender na cidade grande. E toda semana era o mesmo ritual. Dora montou uma estante em sua sala com potes de vidros com doces e pacotes de biscoitos caseiros.
O marido se aborrecia no horário do almoço com a demanda das vendas no momento de descanso. Foi então que a amiga de Brasília não pôde mais levar as encomendas com o risco de perder o emprego de tantas pessoas querendo os doces da Dora de Pirenópolis, e passou todos os clientes para Dora e suas pupilas.
Era preciso investimento pelo crescente aumento de pedidos de Brasília e da cidadezinha que ganhava espaço no turismo goiano. A solidariedade de amigas cedendo tachos, gamelas, peneiras e colheres de pau incentivou a família aumentar a produção.
Dora conta que “muitas vezes os fregueses davam ideias de armazenamento para grandes produções, pois não tínhamos informações da cidade grande ou de indústrias”. Antes não tinha dia e horário para fabricação de doces, todos diziam que na cidade não havia doce melhor, e nessa empolgação Dora criou o doce de jiló. A receita tem 20 anos, tendo Dora como pioneira na elaboração deste doce.
Foi por causa deste doce esquisito que Dora conquistou fama no Centro-Oeste e sua fama ainda irá ultrapassar o continente.  Os clientes chegavam, torciam o nariz, levavam para dar de presente, quem experimentava comprava mais e indicava. Foi muito conhecido como presente de grego que se saia muito bem.
Hoje, toda família está completamente envolvida na fabricação de quase 1 tonelada e meia de vidros de doces e outras 3 toneladas de biscoitos por mês. Até o marido, que antes reclamava da perturbação ajuda nas vendas e fabricação.  A Dora Doces tem nove funcionarias e não abre de sábado para resguardar seus esforços e agradecer à Deus pelo dom almejado por muitos.

Café Pirineus


No inicio da vida noturna de sábado, uma visita ao ilustre café Pirineus, em frente à praça do coreto onde havia uma feira de artesanato e guloseimas.  Nossa mesa estava reservada e uma banda origina de Jazz tocava.
O bar, ou melhor, restaurante é típico e deve ser acrescentado na visita à cidade. Com um ambiente descontraído, familiar e puramente carioca sem tirar os requintes goianos, deixam qualquer consumidor com aquele sentimento peculiar de estar em casa em outro ambiente totalmente afastado do cotidiano.
A banda Uirapuru toca no bar há pelo menos um ano e fazem apresentações em Brasília e Pirenópolis.   Segundo Edmar Carvalho, Brasília é uma cidade concorrida em relação a musica e não há espaço para novas bandas com novos talentos. Já em Piri, tudo pode acontecer. “O Jazz da muito prazer em tocar, pois exige certa dedicação em tocar a mesma musica de mil maneiras diferentes, aprimorando o músico”, conclui o baterista Ricardo Defina.
Ao lado da minha mesa, Leonicia, Cristal, Paulo Edson e Mell Emily, uma família inteira curtindo os sabores das focaccias com azeites variados e aplaudiam com empolgação a banda ao vivo. “A cidade é um point da família, sempre que sobra um tempo chegamos em Piri. Gostamos do Café Pirineus pela qualidade da massa, o ambiente tranquilo permite reunir a família no sábado à noite”, afirma a primogênita e linda Cristal.
O prato demorou a chegar à mesa, mas o tempo não foi o problema pela qualidade da música. Foi servido de entrada pão ciabatta feito na casa com azeite curtido com pimenta de bode, sutilmente ardida, vale a pena degustar com água mineral com gás entre umas e outras taças de cabernet sauvignon.
O prato principal foi a focaccia de rosbife com shitake refogado na manteiga com queijo gorgonzola e mozarela. Estupendo. Uma mistura de sabor muito rica e saborosa com vinho chileno Caliterra, 2007.
Trocar um dedo de proza com Paulo Amorim, proprietário do café foi um desafio, além de tomar conta pessoalmente de cada mesa atendendo a todos os clientes há uma preocupação com a cozinha, garçons e cumins e todo o redor. Há cinco anos trocou o charme de Ilha Bela para morar na cidade misteriosa e histórica atraído pela cultura, música e qualidade do cardápio goiano. “Todos os pratos são elaborados, testados e degustados no café. No meu café, os pratos tem uma peculiaridade: a massa da focaccia, além das sobremesas concorridas: tortas de cheesecake de figo e nozes, torta de limão e maça – o campeão de vendas”, afirma.
Sem dúvidas, o local é um centro cultural que atrai boas músicas, intelectuais e apresentações culturais locais. Vale a dica para sentar e ser recebido pelo Paulo Amorim no Café Pirineus na praça do coreto.

All my life I been a rolling stone by Jeff Bridges

I've been loved and I've been alone
All my life I been a rolling stone
Done everthing that a man can do
Everthing to get a hold on you
Done everything that a man can do
Everything to get a hold on you

I've been blessed and I've been cursed
All my lines has been unrehearsed
All the fires that I walked through
Only tryin' to get a hold on you
All the fires that I walked through
Only tryin' to get a hold on you

I saw you waiting at the gate
But I arrived a moment late
I saw you shed a single tear
Still I can't get there from here

I've been high and I been low
I've been people that i don't know
Been to China and old Peru
Only tryin to get a hold of you
Been to China and to Peru
Only tryin' to get a hold of you.

abril 04, 2011

Fechando Março

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
É uma cobra, é um pau, é João, é José
É um espinho na mão, é um corte no pé
São as águas de março fechando o verão,
É a promessa de vida no teu coração
É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um belo horizonte, é uma febre terçã
São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
pau, pedra, fim, caminho
resto, toco, pouco, sozinho
caco, vidro, vida, sol, noite, morte, laço, anzol
Tom Jobim com a compania de Elis


Quem esperou pelo fim de março e ainda não percebeu que o dia da mentira também já se foi, é o momento de recomeços, cada um com seu cada qual, cada passo seguido da maneira que a sandália aguenta.
Ainda tenho algumas matérias de Pirenópolis para postar, principalmente da família encantadora da Dora. Pessoas doces que fazem doces de todo jeito.
Neste mês de março, redescobri o que já tinha sabido. Mas não me arrependi de não ter vivido. Mudei de trabalho. Mudei de cama. Mudei de amigos, ou melhor, voltei para alguns amigos. E alguns amigos já estavam mudados. Mudei de postura. Mudei de versão. E até de cidade irei mudar, mas não mudo meu jargão.
Bom dia JK

Arquivo do blog